logo Instituto de permacultura

Projeto Águas do Paraguaçu promove Intercâmbio Agroecológico

13/11/2017

No dia 21 de outubro de 2017, jovens, agricultores e agricultoras da comunidade Fazenda Ibicoara participaram de mais uma atividade do projeto Águas do Paraguaçu. O Intercâmbio Agroecológico aconteceu na Fazenda Floresta, propriedade de Nelson Cordeiro localizada no povoado Pau Ferrado, município de Ibicoara/BA. O objetivo foi conhecer um exemplo de produção de café que adota práticas ecológicas e conservacionistas e, assim, poder contribuir para mudanças de hábitos da comunidade.


Cafezal consorciado com grevíleas e outras espécies arbóreas.

A Fazenda Floresta iniciou o processo de certificação orgânica no ano de 1998 e desde lá vem adotando práticas agroecológicas que aproveitam os recursos locais disponíveis, realizam o beneficiamento do café e agregam valor ao produto final.


Participantes observam criação de peixes. Fazenda Floresta, Ibicoara - Bahia.

Dentre algumas destas práticas podemos destacar o sistema de irrigação e adubação do cafezal. A captação das águas da chuva e seu armazenamento é feito em tanques para a criação de peixes. As águas destes tanques tornam-se ricas em nutrientes pelos excrementos dos peixes e é utilizada para fertirrigar a cultura do café. Resíduos como o esterco dos ovinos e a palha do café são aproveitados no processo de compostagem que é acelerado pelo uso de uma solução de bactérias, o biofertilizante.


Grãos da variedade pacamara do café Bourbon vermelho.

A roça de café é consorciada com árvores frutíferas e nativas nas bordas, e com a espécie grevílea dentro da roça. Esta é uma espécie bastante apreciada e utilizada por cafeicultores pois possui raiz profunda e é semidecídua, ou seja, perde boa parte de suas folhas permitindo a entrada de luz e intensificando a cobertura do solo.


Explicação sobre biofertilizante. Fazenda Floresta, Ibicoara - Bahia.

Os participantes se sentiram bastante entusiasmados em aplicar técnicas simples de cultivo e manejo do café e perceberam o potencial que existe em caminhar para a transição agroecológica, além de perceber a importância da organização social para alcançar investimentos coletivos que favoreçam o desenvolvimento da comunidade.

O Projeto Águas do Paraguaçu é uma realização do Instituto de Permacultura da Bahia - IPB, com a iniciativa do Ministério Público da Bahia – MPBA e o apoio da Fundação José Silveira – FJS e tem como objetivo principal reverter processos de degradação ambiental em áreas prioritárias para a conservação de Mata Atlântica, no município de Mucugê-BA.

Instituto de Permacultura da Bahia
Sede administrativa: Travessa Garoupa, nº 36, Sala 5, Stiep,
Salvador - BA - 41.770-470 | Tel: 71 3232-4025 / Fax: 71 3232-4025
permacultura@permacultura-bahia.org.br